Tutorial EasyEngine – Como instalar o LEMP (Linux, Nginx, MySql e PHP)

Tutorial EasyEngine – WordPress com LEMP (Linux, Nginx, MySQL e PHP)
Tutorial EasyEngine – Como instalar o LEMP (Linux, Nginx, MySQL e PHP)

Hoje vou mostrar como fazer a instalação completa do LEMP (Linux, Nginx, MySql e PHP) com todos os softwares necessários (como o Postfix e PHPMyAdmin) para que seu VPS possa atuar como um servidor de webhosting (hospedagem de sites) totalmente otimizado. O EasyEngine instala tudo isso e muito mais, de forma super fácil e quase não requer “nenhum conhecimento técnico”, em poucos minutos você terá um ambiente perfeito para hospedar seus blogs WordPress preparado para muitos, muitos acessos simultâneos!

O EasyEngine foi desenvolvido por uma equipe mais que especializada em WordPress, para simplificar o processo de instalação, configuração e gerenciamento do Nginx. Ele instala automaticamente tudo que você precisa para hospedar sites de alto tráfego.

Chega de conversa, vamos ao passo-a-passo:

  1. Você precisa de um VPS, Cloud ou Servidor Dedicado com Ubuntu 12.04 ou 14.04. Recomendo a Vultr (Cloud de excelente qualidade e muito, muito barato)!
  2. Após receber os dados de acesso do seu Cloud, utilize um software para acesso SSH como o Putty para se conectar, digitando seu host ou IP e senha.
  3. Após fazer a conexão rode o seguinte comando para acessar o diretório temporário:
    cd /tmp
  4. Depois digite o comando abaixo para instalar o script EasyEngine:
    wget -qO ee rt.cx/ee && sudo bash ee

Após fazer a instalação veja alguns comandos básicos para criação de diferentes tipos de instalação de WordPress e Sites:

  • Instalação Básica do WordPress:
    sudo ee site create exemplo.com --wp
  • Instalação otimizada com o Plugin W3 total Cache:
    ee site create exemplo.com --w3tc
  • Instalação otimizada com Plugin WP Super Cache:
    ee site create exemplo.com --wpsc
  • Instalação de um Site Simples em HTML:
    ee site create exemplo.com --html
  • Instalação de um Site com PHP + Mysql:
    ee site create exemplo.com --mysql

Esses são os principais comandos utilizados para a criação dos sites, veja toda a documentação no link: http://docs.rtcamp.com/easyengine/commands/

É isso!

Se achou útil, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Slow Queries no WordPress – mysql? Consumindo muitos recursos de CPU com WordPress?

 

 

Seu host vive tirando seu blog ar por causa das Slow Queries no WordPress? ou consumindo muitos recursos de CPU com WordPress?

As dicas abaixo para mim foram muito valiosas e resolveu o problema das Queries lentas e consumo excessivo de recursos dos servidores.

Siga os passos abaixo e gaste o dinheiro com cerveja ao invés de pagar servidores dedicados, VPS, Cloud, administradores e afins, sei que uma hora será necessário mas vamos adiar ao máximo.

W3 Total Cache – Este plugin é dos mais usados para aumentar a performance dos blogs. O seu site irá ficar mais rápido, diminuindo o tempo de download, reduzindo a informação de download, diminuindo muito o tempo de carregamento das suas páginas.

WP-Optimize – Um plugin simples mas muito eficaz, ele permite que você limpe o  banco de dados do WordPress e otimia o mesmo sem precisar abrir o phpMyAdmin. Com este plugin você também consegue renomear qualquer usuário.

Clean Options – Sempre que instalamos temas, plugins, fazemos atualizações, sempre fica um resto de lixo nas tabelas do banco de dados, com este plugin é possível remover este lixo.

Escolha uma hospedagem DECENTE E COMPETENTE com NGINX – Basta assinar qualquer plano linux deles e pedir para migrar para nxgix, o impacto no desempenho é imediato. Utilizando Apache eu utilizava 50MB de memória, com nginx apenas 14MB (medidos pelo PHP memory indicator)

Desative Plugins desnecessários – Utilize apenas o necessário, aquele plugin que só deixa o site bonitinho pode te custar caro.

Se todos os passos foram seguidos e não resolveu seu problema, esta na hora de pensar em uma VPS, Servidor dedicado, Cloud Computing, etc. Quando chhegar a este ponto é necessário que se tenha conhecimento técnico em administração de servidores, programação, segurança.

Acho que vale a pena adiar ao máximo isso!

Essa foi a solução que precisei para resolver um problema de desempenho com o blog de um cliente que tem mais de 30.000 “VISITAS ÚNICAS DIÁRIA” E MAIS DE 3.000.000 DE PAGEVIEWS /MÊS. em uma HOSPEDAGEM COMPARTILHADA.

Se achou útil, compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter